top of page

Lançamento: O segredo das entrelinhas nos Feiticeiros de Acbar

Atualizado: 22 de set. de 2019


Convite da Editora Confraria do Vento.

O lançamento do primeiro livro de uma saga sempre é um momento especial, pois o imaginário do escritor será revelado, pela primeira vez, a seus leitores. Alguns, ao ler o manuscrito antecipadamente, fizeram-me duas perguntas interessantes: o que estaria por trás dos cenários criados e das aventuras dos feiticeiros? O que existiria nas entrelinhas da obra? Queriam saber meu segredo, o que se passava em meu íntimo no momento da criação.


Refletindo a esse respeito, lembrei-me do romance de Guimarães Rosa, Grande sertão: Veredas, em que o personagem principal revela a meta de sua vida: “Ah, acho que não queria mesmo nada, de tanto que eu queria só tudo. Uma coisa, a coisa, esta coisa: eu somente queria era - ficar sendo!”. Mas ficar sendo o que? Perguntei a alguns leitores. Houve variadíssimas respostas. Gosto desta: “ficar sendo um com o todo”. Os feiticeiros de Acbar são seres que almejam a unidade da forma mais ampla e luminosa possível. Protegem todos aqueles que a buscam e combatem os que desejam impedir essa realização.


Assim, os “feiticeiros” representam o que há de melhor em nós; da mesma forma “os bruxos do caos” refletiriam o que existe de pior. Esse conflito externo é, sobretudo, uma batalha íntima vivida pelos personagens, que oscilam entre a revolta, a raiva, a escravidão e a aceitação, o amor e a liberdade. Trata-se de um combate contra toda ideia, pensamento ou ação que não liberte plenamente. Esse duelo persistirá enquanto houver caos no mundo, até que todos os habitantes de Acbar consigam “ficar sendo”.


Em resumo, evocando o que disse Riobaldo em Grande sertão: Veredas, o que eu realmente desejei ao escrever o primeiro volume dessa saga foi que meus leitores, após o contato com esse livro, também “ficassem sendo”, que eles pudessem aspirar à unidade entre tudo e todos, tornando-se mais inteiros e plenos, respeitando a plenitude de cada um.


Simone Aubin

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page